Franca contra a Covid: Prefeitura faz apelo ao Governo do Estado por mais leitos de UTIs

 

          A Prefeitura de Franca está em contato permanente com o Governo de Estado de São Paulo para atuação conjunta no combate à COVID 19. No domingo, 5 de julho, o prefeito Gilson de Souza e o secretário Estadual de Desenvolvimento Regional de São Paulo Marco Vinholi, fizeram contato por telefone para tratar do assunto emergencial de ampliação de leitos de UTIs para a Santa Casa, que é de responsabilidade do Governo Estadual.
          Esta preocupação e solicitação da prefeitura de Franca não é de agora. Nas diversas videoconferências sobre contingenciamento da COVID 19, organizadas pelo governo do estado com prefeitos de municípios paulistas, as equipes da Secretaria de Saúde já alertavam sobre o baixo número de leitos de UTIs em Franca e solicitavam o aumento urgente destes leitos para o município, uma vez que Franca, como sede administrativa atende, através da Santa Casa, toda a região, composta por 23 municípios.
          Na segunda quinzena de junho, atendendo à solicitação da prefeitura, o governo estadual providenciou 17 leitos de UTIs, que já estão em funcionamento na Santa Casa.
          Agora, a prefeitura de Franca solicita, com extrema urgência, que o Governo do Estado providencie, o quanto antes, mais 20 leitos, que também já haviam sido solicitados.
          Dessa forma, o secretário Vinholi se comprometeu a manter contato na manhã desta segunda-feira, 6 de julho, com a Secretaria Estadual de Saúde na tentativa de atender à solicitação da prefeitura de Franca.

Secretário de Saúde pede ajuda a população para conter pandemia

 
             Os mais recentes números tornados públicos pela Vigilância Epidemiológica de Franca, registrando em apenas um dia 39 casos positivos de Covid-19, deixaram o secretário municipal de Saúde e coordenador do Comitê de Enfrentamento da pandemia na cidade em estado de alerta. E com mais preocupações sobre o amanhã, se não houver a conscientização e ajuda da população. José Conrado Netto explicou que a Prefeitura não está medindo esforços com ações de orientação em todos os níveis, adotando as medidas preventivas em seus ambientes, equipando seus colaboradores e oferecendo oportunidade para que setor produtivo mesmo com limitações de presença de público desenvolva as atividades.
             No entanto para quem circula pela cidade, tanto durante o dia como a noite, depara com muita indiferença das pessoas, falta de cuidados e aglomerações que devem ser evitadas a qualquer custo. A orientação é ficar em casa o quanto puder e quando alguém precisar sair, que saia apenas um, de preferência o mais jovem, usando sempre a máscara de proteção e fazendo a higiene recomendada para todas as situações.
Junto com o elevado número de registros positivos apontados no último Boletim, elevando para 427 casos em Franca, o outro olhar da administração é com o crescimento das internações, onde o limite de leitos ocupados saltou para 31%. E no quadro estatístico sobre taxa da ocupação dos leitos para Covid na cidade, a preocupação ainda é maior, atingindo a faixa de 64% para os atendimentos não SUS e 59% para pacientes SUS.
Mudança de faixa 
             Junto com esse temor pelo agravamento do número de internações, novos óbitos (até essa sexta-feira Franca  estava com 10), o surgimento em larga escala de novos casos pode levar a falta de leitos no sistema público. O  secretário da Saúde disse que o foco da Prefeitura é melhorar sua posição no ‘Plano São Paulo’, onde a cidade está classificada na faixa vermelha. Isso impede a liberação de diversas atividades e a Prefeitura não quer isso, pois entende o quanto esse quadro prejudica o empregador quanto ao empregado, gerando desconforto e necessidades.
             Mas para reverter isso junto com os esforços da Administração Municipal, das autoridades sanitárias é preciso que a população se conscientize e também faça a sua parte, eleve a taxa de distanciamento (ficando em casa) e usando máscara em todo momento que sair. Para entrar em repartições públicas e estabelecimentos em geral essa norma é obrigatória e a fiscalização sanitária dentro das suas possiblidades está agindo e orientando as pessoas. 
             Casos de aglomerações, festas, jogos de futebol e outros eventos que forem observados durante estes dias devem ser denunciados aos órgãos de segurança, seja a Polícia, através do 190 ou então a Guarda Civil, 2724-1033, que as medidas cabíveis serão adotadas contra os responsáveis.
 
 

Uso de máscaras passa a ser obrigatório

WhatsApp Image 2020 07 01 at 12.42.01 original

Está em vigor a partir de hoje a obrigatoriedade do uso de máscaras, sujeitando os infratores a multas que podem variar de R$ 500 a R$ 5 mil. Nos estabelecimentos comerciais de qualquer setor, proprietários e frequentadores se flagrados sem a proteção podem ser multados pela Vigilância em até R$ 5 mil e nos espaços públicos R$ 500. Essas normas foram baixadas pelo Governo Estadual.

Prefeitura Municipal de Franca

Todos juntos, governo e população, seguindo em frente Compartilhando e Avançando de bem com Franca.
logo ipv6br fundo transparente facehost

Contato

  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
 (16)3711-9000
 Rua Frederico Moura, 1.517 - Cidade Nova - Franca/SP - Cep: 14401-150 CNPJ:47.970.769/0001-04 - I.E: isento

Redes Sociais