Prefeitura cria ‘SOS Dengue’ em 21 Unidades de Saúde

saude 2

A Secretaria de Saúde lança, na próxima segunda-feira, 4,  o ‘SOS Dengue’  com a criação de um espaço reservado para atender os pacientes com suspeita de dengue.

 

     Com o avanço do número de casos suspeitos de dengue – são 885 em análise -, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, lança uma série de ações empenhada para tentar impedir o aumento no número de vítimas na cidade e aprimorar o atendimento prestado aos pacientes com sintomas da doença. A primeira delas é o ‘SOS Dengue’ que será lançado na segunda-feira, 4, com a criação de um espaço reservado em 21 Unidades de Saúde para atender os pacientes com suspeita de dengue.

     A ação tem como objetivo melhorar o atendimento ao usuário que não precisará se deslocar até o Pronto-Socorro “Álvaro Azzuz”. Serão abertas duas vagas no período da manhã e duas à tarde para hidratação.  Poderão ser atendimento agendado ou livre demanda.

     A implantação desta ação foi alvo de uma reunião entre o secretário de Saúde, José Conrado Netto, na tarde desta quinta-feira, 31, com equipes das Unidades de Saúde para orientar como será o trabalho a partir de segunda-feira. “Esse vírus que está circulando em Franca e na região tem alto índice epidêmico e uma virulência muito forte. A nossa preocupação é com as pessoas. Por isso, tomamos atitudes para tratar o paciente. Estamos abrindo vagas em toda a UBS para hidratação. Atualmente, o paciente precisa se deslocar até o Pronto-Socorro.”

    Além do espaço reservado, serão providenciadas poltronas, leitos, macas ou camas para proporcionar mais conforto pois os usuários chegam com muitas dores no corpo e não têm condições de ficar sentado em uma cadeira comum. No local, também passarão por um médico que avaliará a necessidade de se pedir um exame e será feito o encaminhamento adequado, conforme o diagnóstico. Se o exame for feito até as 14 horas, o resultado fica pronto no mesmo dia e o paciente poderá mostrá-lo para o médico para orientação ou início de tratamento.

Comitê de Mobilização

    Na próxima semana, a Secretaria de Saúde organizará mais uma reunião para discutir formas de se conter o mosquito na cidade. Desta vez, a Prefeitura pretende retomar o chamado Comitê de Mobilização com ajuda de instituições de vários setores que poderão ajudar na mobilização dos moradores. O encontro será no dia 7 de fevereiro envolvendo a comunidade, universidades, centros comunitários, igrejas e instituições com o objetivo de pedir um reforço nesta empreitada. “Sem a ajuda de todos, não conseguimos combater o mosquito”, disse o secretário.

    A proposta reforçar as orientações sobre a doença para que cada instituição oriente os moradores de suas regiões sobre a importância de se combater o mosquito. A reunião será no Salão de Eventos da Secretaria de Saúde a partir das 19 horas. “Não combatemos a dengue sem parceria. Vamos pedir ajuda de toda a sociedade civil para se mobilizar em seus bairros e junto ao seu público”, disse o secretário.

   Também será criada a Sala de Situação para a realização de reuniões duas vezes por semana para os agentes discutirem as ações da Secretaria de Saúde. Também será criada uma espécie de Brigada contra o Aedes aegypti envolvendo todos os funcionários que vão colaborar dando uma atenção especial no bairro onde moram ou frequentam com o intuito de localizar possíveis criadouros do Aedes.

Arrastão contra a Dengue

 

   Já conhecido da população, neste fim de semana a Prefeitura realiza mais um arrastão para combater o mosquito da dengue. Desta vez, a região atendida será a Oeste com visitadas a residências e ‘fumacê’. “Pedimos que os moradores abram suas casas para os agentes de saúde. Em dez minutos eles olham vasos, piscinas, e qualquer tipo de utensílio que contenha água parada e que possa servir de criadouro do mosquito”. O secretário reforma ainda que os agentes de saúde estão sempre uniformizados e com crachá. Se mesmo assim, o morador ficar na dúvida pode entrar em contato pelos telefones: 3711-9408 e 3711-9402.

    Os agentes de saúde visitarão as residências nos bairros: Vila Santa Luzia, Jardim Conceição Leite, Vila Santos Dumont, Vila Nova, Vila Raycos e Jardim Califórnia. Já os trabalhos de nebulização percorrerão os do Santa Terezinha, Jardim Martins, Jardi Redentor, Santa Terezinha e Prolongamento.  O trabalho contará com uma equipe de até 55 agentes de saúde.

   Atualmente, Franca registra 885 casos suspeitos, 25 autóctones, 8 negativos e 3 importados.

 

 

Prefeitura Municipal de Franca

Todos juntos, governo e população, seguindo em frente Compartilhando e Avançando de bem com Franca.
logo ipv6br fundo transparente facehost

Contato

  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
 (16)3711-9000
 Rua Frederico Moura, 1.517 - Cidade Nova - Franca/SP - Cep: 14401-150 CNPJ:47.970.769/0001-04 - I.E: isento

Redes Sociais