Prefeitura convoca entidades para unir forças contra o Aedes

     A Prefeitura de Franca, por meio da Secretaria de Saúde, realizou uma reunião na noite de quinta-feira, 7, com entidades e servidores com o objetivo de unir forças no combate ao Aedes aegypti. A cidade vive uma epidemia de dengue e toda ajuda será fundamental nesta empreitada. O número de casos suspeitos aproxima de 1400 e 28 confirmados, sendo três importados.

     Estiveram presentes representantes de igrejas, imobiliárias, Acif, hospitais, bombeiros e também servidores. A proposta é criar um Comitê de Mobilização para que cada um multiplique as ações de combate ao mosquito e orientações em suas respectivas comunidades.

     Para o secretário de Saúde, José Conrado Netto, o resultado da reunião foi positivo. "Conseguimos transmitir para todos os presentes de que precisamos da mobilização de toda a população para eliminar a água parada. Só conseguimos eliminar o mosquito se acabar com o criadouro".

    A enfermeira Melina Rodrigues Pereira, que representou o Hospital Regional, aprovou a ação. “Esse Comitê é muito importante para mobilizar todos e melhorar a atual situação. Assim, todos espalham a importância de conter o foco das larvas.” Melina disse ainda que muitos pacientes têm procurado o hospital com receio de estar com dengue. “Às vezes a pessoa apresenta um sintoma e já procura o hospital. Não temos registros, mas sempre orientamos quais são os sinais que devem ficar em alerta para procurar o hospital.”

    O padre Adilson Fortunato, da Paróquia Santa Rita e que representou todas as paróquias, disse que a união de forças é essencial. “Com o apoio das instituições no combate ao mosquito é uma forma de cumprir a cidadania. É uma união de forças.” Padre Adilson disse que vai pedir a todas as paróquias que falem com os fieis sobre a importância do combate do mosquito durante as missas.

    Da Acif (Associação do Comércio e Indústria de Franca), o representante foi Jaider Alexandre da Silva. “Essa união é muito proveitosa. Da nossa parte, é conscientizar os empresários a passarem essa orientação para seus funcionários. Temos 3 mil associados que poderão multiplicar essa ação.”

   O delegado regional da Delegacia Sub-regional de Franca do Conselho Regional de Imóveis, Walber Almada de Oliveira, disse que sempre que os agentes se depararem com um imóvel fechado basta entrar em contato com as imobiliárias que o imóvel é aberto para a vistoria.

   O médico da Vigilância Epidemiológica, Homero Rosa Júnior, disse que a cidade vive uma epidemia de dengue e é um problema da sociedade como um todo. “Não adianta colocar 5 mil agentes de saúde na rua, se a comunidade não colaborar.” O médico alertou ainda que não se deve tomar nenhum medicamento sem orientação médica no caso de suspeita de dengue. É preciso passar pelo médico que orientará o paciente sobre a melhor forma de tratamento que pode começar antes mesmo de sair o resultado do exame.

   As ações de combate ao mosquito continuam sendo realizadas pela Secretaria de Saúde todos os dias da semana com as visitas a residências de todos os bairros.

 

 

 

 

Prefeitura Municipal de Franca

Todos juntos, governo e população, seguindo em frente Compartilhando e Avançando de bem com Franca.
logo ipv6br fundo transparente facehost

Contato

  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
 (16)3711-9000
 Rua Frederico Moura, 1.517 - Cidade Nova - Franca/SP - Cep: 14401-150 CNPJ:47.970.769/0001-04 - I.E: isento

Redes Sociais