Franca entra na rota do Caminho da Fé

 caminhodafe20 Small
Trata-se de um dos maiores trajetos, com 590 quilômetros de extensão, onde além do aspecto religioso, tem como finalidade fortalecer as relações de convivência entre as pessoas e estimular o culto a fé e ao bem comum

 

 

     Com a assinatura na manhã dessa quarta-feira pelo prefeito Gílson de Souza, da Lei Municipal instituindo o município de Franca como um dos pontos de partida do Caminho da Fé, a cidade está oficialmente na rota de peregrinação até o Santuário Nacional de Aparecida. Trata-se de um dos maiores trajetos, com 590 quilômetros de extensão, onde além do aspecto religioso, tem como finalidade fortalecer as relações de convivência entre as pessoas e estimular o culto a fé e ao bem comum.

     Diversas autoridades prestigiaram o ato, entre elas vários vereadores que acolheram e aprovaram o projeto, secretários municipais, representantes da Cúria Diocesana (padre Osvaldo), da Igreja Capelinha (Nossa Senhora Aparecida), de onde será o ponto de largada, representantes do Conselho Municipal de Turismo (presidente Michel Aoude), de Prefeituras da região e vários peregrinos. Entre ele alguns que de bicicleta cumpriram o percurso na última semana, num grupo de 16 pessoas e outros que estarão saindo nesta quinta-feira.

     Todos que compuseram a mesa tiveram a oportunidade de se manifestar, Ademir Sebastião de Souza, vereadores Nirley de Souza, Pastor Otávio, Corrêa Neves, Arroizinho, Pastor Palamoni, além da secretária de Desenvolvimento, Flávia Lancha, do historiador Marcelo Prestes Pini, de Igreja Capelinha, Michel Aoude, do Conselho de Turismo e Sandra Regina, secretária de Turismo de Itirapuã, que integra a rota. Para Ademir de Souza, um entusiasta do turismo regional e das peregrinações ‘aquele era um momento de felicidade máxima para Franca, de louvor a Aparecida, pois representava uma conquista de mais de uma década’, agradecendo a todos que se empenharam em torná-la realidade.

     O prefeito também disse que era grande seu contentamento, alinhando as etapas que tiveram que ser vencidas e a importância do trabalho em conjunto, dos esforços conjugados e os resultados obtidos. Com a máxima de ‘que ninguém faz nada sozinho’, Gílson de Souza observou que Franca vira uma página importante na sua história, se abrindo para fortalecimento do turismo, que de alguma forma já é praticado por cerca de 1,3 mil pessoas que anualmente cumprem essa rota. A tendência com a oficialização da rota Caminho da Fé e medidas complementares, é que isso se fortaleça e ganhe mais projeção e adeptos, com caravanas regionais.

Passos seguintes

     No dia 20 deste mês, avançando nesse processo de concepção do Caminho da Fé com saída de Franca, está prevista uma primeira reunião de trabalho envolvendo os gestores de turismo das cidades participantes (no caso Franca, Patrocínio Paulista, Itirapuã, São Tomaz de Aquino, São Sebastião do Paraíso, Itamogi, Monte Santo de Minas e Arceburgo) e a gestora da Associação Caminhos da Fé. O objetivo será definir alguns detalhes e um cronograma de providências para cada município.

     Entre elas estão as definições dos pontos de sinalização turística indicando o roteiro, com fixação de placas nas áreas urbanas e rurais e até a data do lançamento. Será uma nova fase, com mobilização de centenas de pessoas além dos participantes, envolvidas na organização das estruturas receptivas, acomodações e alimentação em cada município participante do roteiro. Uma movimentação que tende a gerar movimento nas cidades, ofertas de trabalho e aquecimento da economia.

 

 

Prefeitura Municipal de Franca

Todos juntos, governo e população, seguindo em frente Compartilhando e Avançando de bem com Franca.
logo ipv6br fundo transparente facehost

Contato

  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
 (16)3711-9000
 Rua Frederico Moura, 1.517 - Cidade Nova - Franca/SP - Cep: 14401-150 CNPJ:47.970.769/0001-04 - I.E: isento

Redes Sociais